A TradWiki e eu

Mitsue Siqueira

Algumas pessoas gostam de cuidar de plantas para relaxar; outras preferem caminhar ao ar livre, e ainda há quem prefira cozinhar, cuidar de bichinhos de estimação etc. Gosto muito de tudo isso, mas o que sempre me ajudou a aliviar de verdade as pressões cotidianas foi a escrita. Amo escrever, e meus cadernos sempre foram rabiscadíssimos, cheios de setinhas e com ideias que não paravam de brotar.

Agora, com computador, uso e abuso dos Ctrl+X, Ctrl+C e Ctrl+V, sublinho, pinto, coloco em negrito, itálico e o que mais me vier à cabeça. Muitas vezes, quando me vi diante de situações de estresse, o simples fato de parar por horas e escrever folhas e mais folhas de qualquer coisa me colocava de volta nos trilhos. É libertador. Ainda assim, escrevi muitos textos e os joguei fora por simples falta de propósito. O objetivo por muito tempo era só “desabafar” comigo mesma, e minha escrita não tinha outra finalidade até então.

Foi quando escolhi me dedicar e abraçar uma causa que tem um belíssimo propósito educacional e formativo. Adotei a TradWiki, que me adotou de volta, e estabeleci como meta em 2015 (aquelas metas de ano-novo, sabe?) ter uma dedicação mais intensificada. Finalmente vi chegar a chance de presentear minha escrita com um propósito, e dos bons.

E como não falar da sensação maravilhosa de ver crescer uma página que você criou? Muitas vezes basta dar o pontapé inicial e aguardar as contribuições de outros colaboradores sobre o tema que você propôs. Ou às vezes você mesmo inicia e desenvolve uma página que, no fim das contas, acaba tendo a sua cara. De qualquer maneira, um colaborador ajuda o outro, a enciclopédia ganha corpo e o conteúdo fica ainda mais interessante.

De quebra, ainda recebo em troca o reconhecimento profissional como colaboradora assídua dessa causa. Amplio minha rede de contatos, interajo com profissionais de primeira categoria e, o melhor, faço amigos. A experiência com a TradWiki me fez desmistificar a ideia tão difundida das “panelinhas”, já que basta ter vontade e disposição para entrar e se aperfeiçoar. Qualquer um pode chegar e, certamente, será muito bem-vindo.

O que espero da TradWiki? Amadurecimento profissional, reconhecimento no mercado, troca de experiências e, acima de tudo, a realização de uma “simples” meta que estipulei a mim mesma. Quero crescer, e aprendi que meu desenvolvimento pessoal não precisa beneficiar somente a mim. Aos poucos, nem que seja meia hora de cada semana, pretendo investir nessa iniciativa e, assim, eu e a TradWiki seguiremos crescendo juntas.

Anúncios

4 pensamentos sobre “A TradWiki e eu

  1. Pingback: Chegou a hora de vender seu peixe | TransMit.Siqueira

  2. Pingback: A TradWiki e eu | TransMit

  3. Pingback: Chegou a hora de vender seu peixe | TransMit

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s